DICAS DE SEGURANÇA

5 Dicas para prevenção de acidentes de trabalho

02 de dezembro de 2016

Acidentes de Trabalho são dos maiores causadores de pedidos de indenização junto à Justiça do Trabalho. Ainda que o ambiente laboral ofereça meios para manter a segurança e o bem estar dos funcionários – como a utilização dos Equipamentos de Proteção Individual– os riscos de acidentes podem ocorrer quando não há preparo da equipe.
Locais que oferecem riscos fazem com que os empregados trabalhem com medo, o que interfere diretamente na produtividade e na relação entre patrão e funcionário.
A ocorrência de um acidente de trabalho assegura o direito à indenização para a vítima ou a família dela. Existem diversos parâmetros de indenização que são estabelecidos mediante as consequências do sinistro ocorrido com o trabalhador: incapacidade temporária, incapacidade permanente ou morte.
Entretanto, o problema pode ser solucionado com a aplicação de métodos que garantam a diminuição desses riscos, além da contratação de profissionais especializados em segurança do trabalho.
Neste sentido, destacamos cinco dicas para que os empregadores fiquem livres das indenizações:

Invista em Treinamento: O treinamento é a melhor maneira de fazer com que o funcionário conheça a função que será exercida. A partir daí, é possível garantir que o indivíduo estará preparado para executar o trabalho, sem oferecer riscos ou prejuízos à equipe e ao empregador.

Comunique os colaboradores sobre as condições de trabalho: O gestor deve comunicar ao empregado sobre os riscos e condições relativas à função e ao espaço em que ele irá operar. Essa informação deve ser garantida por meio do treinamento e também com a fixação de avisos em paredes e murais, bem como com a divulgação de informes e sinalizações específicas nos equipamentos e em todo o ambiente.

Ofereça Equipamentos de Segurança corretos: Uma das obrigações dos empregadores é oferecer os Equipamentos de Proteção Individual aos funcionários que exercem atividades de risco. Além de fornecer, o responsável deve fazer vistorias frequentes para certificar que os equipamentos estão sendo utilizados de forma correta, evitando acidentes de trabalho.  Os EPIs devem ser usados quando os Equipamentos de Proteção Coletiva (EPCs) não forem eficientes. Atualmente, existem diversos treinamentos em segurança oferecidos por empresas especializadas que aumentarão as garantias de segurança do trabalho e o uso dos EPIs na sua companhia.

Estabeleça um bom relacionamento com a CIPA: A instalação da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) também faz parte de Norma Regulamentadora (NR-5) para a garantia de melhores condições de saúde e trabalho a todos os funcionários. Ela é formada por um grupo de trabalhadores da instituição, com o objetivo de traçar um mapa dos riscos e implementar ações de prevenção de acidentes. Para que o empregador se previna contra indenizações, é fundamental que ele tenha um bom relacionamento com a CIPA e siga as orientações sobre a utilização dos EPIs e divulgação de conteúdo para a equipe. Outro ponto importante é que haja um debate conjunto das ações que serão executadas no caso de algum incidente.

Garanta sistemas de comunicação rápida: Utilizar sistemas de comunicação rápida é uma importante ferramenta para acontecimentos inesperados. Com eles, é possível fazer contato com toda a equipe para, por exemplo, desocupar rapidamente uma área em risco ou remover trabalhadores feridos.

Prevenir acidentes de trabalho, além de afastar as indenizações, é manter a qualidade do serviço prestado e reforçar a produtividade. Um quadro de funcionários seguro e saudável assegura uma imagem positiva da empresa junto ao mercado de trabalho.

NOSSOS EQUIPAMENTOS



Solicite aqui sua análise de risco online


Preencha o formulário abaixo corretamente que logo iremos até você.